Current track
TITLE
ARTIST

Background

O uso de aplicativos no Brasil dispara 42% em dois anos!

Escrito por em 31 de agosto de 2018

Estudo Papo Digital também revelou que 77% dos jovens se informa apenas pelas redes sociais

Com os smartphones cada vez mais populares, cresce o número de pessoas conectadas à internet. A cada nova conexão, surge um novo consumidor para sites, redes sociais, aplicativos, influenciadores, sendo cada vez mais difícil separar o mundo “real” do “digital”. Os apps, por exemplo, já são realidade para os brasileiros: 95% das pessoas conectadas à internet utilizam aplicativos. Em 2016, eram 67%.

Essa é uma das descobertas do o novo estudo Papo Digital da Hello. Para entender melhor o comportamento do brasileiro conectado à interneta pesquisa investigou o uso de devices on e offline, formas de entretenimento, a atenção às mídias e publicidade, gostos nas redes sociais, além de comportamento de consumo. Foram ouvidas 1410 pessoas das 5 regiões brasileiras. A pesquisa foi realizada digitalmente em maio de 2018 e representa a opinião e os costumes dos brasileiros conectados à internet, que segundo a pesquisa TIC Domicílio 2017 do CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil) representam 61% da população.

O Papo Digital também identificou que alguns hábitos da era analógica continuam importantes para os brasileiros. Empatada com o smartphone, o aparelho de televisão é o outro device mais popular nos nossos lares, 85% das pessoas possuem. A TV Aberta continua sendo a fonte de informação considerada mais confiável. Apesar disso, as redes sociais já são uma fonte de informação tão comum quanto a TV, ainda que despertem grande desconfiança. Quando observado o comportamento dos jovens, a situação é ainda mais aguda, já que eles são os que menos se informam via meios tradicionais, e mais buscam informação em redes sociais e canais do Youtube.

Esse jovem que dedica mais tempo às redes sociais e dá menos importância aos meios de informação tradicionais, na verdade, está mais preocupado em se comunicar com os amigos, buscar entretenimento e expor sua personalidade nas redes do que outras faixas etárias. E dão menos importância a buscar se manter informado e a opinar e se posicionar sobre alguma questão. A comunicação com amigos e familiares é o grande objetivo dos brasileiros nas redes sociais. Assim, o Whatsapp desponta como principal rede.

Para o jornalista e diretor da Hello, Denis Bertoncello os resultados do Papo Digital ajudam a compreender melhor como o brasileiro tem se comportado numa realidade cada vez mais digital, mas que ainda é carregada por hábitos do mundo analógico.  “Os aplicativos, por exemplo, entraram em nossas vidas a partir de 2008, quando Apple e Google lançaram suas lojas de apps. Em dez anos, vimos várias transformações na forma como transitamos pela cidade, nos comunicarmos, como acompanhamos nossas atividades físicas ou simplesmente como controlamos a fatura do cartão de crédito. Ao mesmo tempo, ainda esperamos o ônibus no ponto, assistimos novela e nos informamos pela TV aberta. Se alguém ou alguma marca quiser ser efetivo em se comunicar com os brasileiros, não poderá recorrer só às ferramentas online ou só offline, precisa pensar numa lógica que combine os dois mundos, que chamamos all line”.

Sobre a Pesquisa:

A Hello bateu um papo com mais de 1.400 pessoas entre os dias 03 e 08 de maio, que resultou no novo estudo Papo Digital, uma investigação sobre os meios de conectividade, comunicação e consumo dos brasileiros tanto on como offline.

Foram realizadas entrevistas digitais com cidadãos maiores de 16 anos, moradores de capitais, cidades médias e pequenas, de todas as escolaridades e integrantes das classes A, B e C. A margem de erro da pesquisa é de 2,6 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Sobre a Hello:

A Hello é um instituto de pesquisa com presença em mais de 2.000 municípios brasileiros, que visita todos os meses entre projetos de auditorias de varejo, pesquisas de mercado e de opinião pública. Colabora com grandes players de setores como bens de consumo, varejo, serviços financeiros, consultorias, automotivo e indústria no desenvolvimento de projetos de inteligência de mercado locais e nacionais.

Primeira startup de pesquisa do Brasil, desde sua fundação em 2011, a Hello desenvolve as próprias tecnologias de pesquisa digital para aplicação de pesquisas on e off e é seguida por mais de 45.000 pessoas nas redes. Para mais informações, acesse: www.helloresearch.com.br.


Opinião dos Leitores

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos Obrigatórios estão marcados*